Baía da Praia Grande

Versão para impressão

(Fotografia tirada da Colina da Penha - Anos 40 do Séc. XX)

 03_baia_da_praia_grande

(Arquivo fotográfico da Casa de Macau)

A Baía da Praia Grande, juntamente com as Ruínas de São Paulo são, provavelmente, os dois locais mais fotografados de Macau até aos finais do Séc. XX.

No que diz respeito à Baía, o que mais encantava o fotógrafo era o suave arco da Baía (que ficou mais encurvado após os aterros dos anos 20/30 do século passado) ladeado por magníficas “árvores de São José”, que constituía um local maravilhoso para a população passear e desfrutar da vista marítima que vinha amenizar o clima subtropical húmido da cidade.

Nesta foto vislumbra-se, em fundo a colina da Guia, com o seu farol; na extremidade direita o monumento a Ferreira do Amaral, nos novos aterros do Porto Exterior. Visíveis, igualmente, o Quartel de São Francisco, o Grémio Militar e a Torre da Igreja do Colégio de Santa Rosa de Lima.

Texto: Vítor Serra de Almeida

Comentar


Código de segurança
Actualizar

Qui Nova?!...

COMEMORAÇÃO DO DIA DA CASA DE MACAU

Realizou-se no passado dia 24 de Junho a comemoração do Dia de Macau e da Casa de Macau, com a presença de cerca de 90 participantes, entre os quais, como é habitual, se encontrava um grupo de 10 bolseiros da RAEM, especialmente   convidados pela Direcção da Casa de Macau.

O evento teve início às 17h00 com a celebração da Missa pelo Senhor Padre José Alves, seguindo-se a  inauguração da exposição de fotografia dos alunos do Curso de Iniciação da Casa de Macau e, ainda, uma exibição do grupo de dança da Associação de Arte de Dança Luso-Chinesa de Macau.

 

Ler mais...