Riquexós

Versão para impressão

14_riquexos

(Arquivo fotográfico da Casa de Macau) 

O meio de transporte mais usual, até aos finais dos anos 40 do século passado, era o célebre “Riquexó”.

Meio de transporte “violento”, dado ser de tracção humana, entrou em declínio nos finais dos anos 40, quando começou a ser substituído pelos “triciclos” (também de tracção humana, mas de esforço menos violento) e por “táxis-bicicletas” (bicicletas que levavam passageiros no quadro traseiro).

Nesta foto vemos uma “praça” de riquexós, aguardando passageiros.

Actualmente, apenas existem meia dúzia destes veículos que estacionam em frente ao Hotel Lisboa e são usados com fins turísticos.

Texto: Vítor Serra de Almeida

Comentar


Código de segurança
Actualizar

Qui Nova?!...

COMEMORAÇÃO DO DIA DA CASA DE MACAU

Realizou-se no passado dia 24 de Junho a comemoração do Dia de Macau e da Casa de Macau, com a presença de cerca de 90 participantes, entre os quais, como é habitual, se encontrava um grupo de 10 bolseiros da RAEM, especialmente   convidados pela Direcção da Casa de Macau.

O evento teve início às 17h00 com a celebração da Missa pelo Senhor Padre José Alves, seguindo-se a  inauguração da exposição de fotografia dos alunos do Curso de Iniciação da Casa de Macau e, ainda, uma exibição do grupo de dança da Associação de Arte de Dança Luso-Chinesa de Macau.

 

Ler mais...